22.1.18

Como a lua cheia e o oceano



Nunca internalize quando as pessoas te disserem
Que o que você sente
É menos
que você está exagerando
Ou que não importa

15.1.18

Sobre dores


Às vezes eu só queria conseguir te falar, desabafar
dessas dores que nem eu entendo, eu só sei que elas estão lá
lá bem dentro
e que doem, enfiam garras no coração, abrem feridas
e têm dias em que machucam mais que em outros. têm dias em elas vêm em outra forma:
de choro
de raiva
de uma angústia fina e irritante
que pulsa incessantemente.

2.1.18

De onde vem a minha força



Eu endureci, criei casca
pra que as agruras do mundo não levassem embora a alma empática que eu alimento todos os dias. As coisas ruins insistem em me fazer crer que nada vale a pena, que o mundo é dos preconceituosos e de quem tem o coração inflamado de egoismo. Eu nunca acreditei nessa falácia

27.12.17

Ela tem milhões de galáxias


Ela tem uma aura tão cativante que poderia iluminar constelações em infinitas galáxias.

Até o sol tem inveja da explosão que é o sorriso dela a anos-luz de distância. Cega e é colírio para os  olhos ao mesmo tempo. Essa sinergia com a natureza não é presente dado a qualquer um - e eu tenho certeza que ela sabe quão arrebatador pode ser a força que vem de dentro dela. Existe uma luz tão intensa quanto honesta, que afeta todo o universo ao redor e que parece querer funcionar em torno de um só objetivo: não deixar que tal claridade se apague jamais.

25.12.17

Moradia


Eu ainda estou aprendendo que não preciso me jogar aos destroços pra amar,
que o amor não é como entrar no mar mais salgado com rasgões por todo o corpo.
Eu não preciso enlouquecer de dor. Eu não preciso de desfazer por ninguém,
Eu não tenho que arder por outrem. Isso não é amor

7.12.17

O maior gesto de amor



Dizer não foi o maior gesto de amor que eu poderia ter te dado.

Coisa que você talvez não entenda, nem agora e nem nunca. Me dói te ver ser consumido por um futuro que não será e por causa de um passado que já foi. É triste ver que tudo poderia ter sido infinitamente melhor se não houvesse essa insistência em busca algo que não traz sentindo e muito menos paz. Te ver se desmontando aos poucos pelo peso do mundo nas costas, uma bagagem que você não precisa carregar e como tornou disso um norte, um caminho sem volta para o sossego.

30.11.17

Gratidão, meu amor

Este não será um dos textos mais bonitos que escrevi, mas com certeza um dos mais sinceros.

Me deu vontade de escrever pra você. Deve ser o fim do ano. Essa época sempre é de muitas reflexões pra mim, até pela alma nostálgica que eu cultivo. Sobre como tudo passou, sobre coisas boas e ruins, sobre como mantê-las, melhorá-las e superá-las. E definitivamente não havia como passar por todo esse ritual de ano novo pessoal sem pensar em você e no lugar que ocupa na minha vida quase sempre igual.

Há algum tempo não escrevo espontaneamente (leia-se sem ser para fins profissionais) e isso eu te devo, também. Sabe aquela máxima de que "o poeta só é grande se sofrer"? Acho que meu lado metido a escritora parte desse preceito para aflorar - e acho também eu deveria resolver esse problema. Além do quê, quanto mais intenso o que eu sinto, mais difícil é transpor em palavras e por isso estou há dias tentando parir esse texto, de uma forma que as palavras consigam traduzir alguns dos meus sentimentos mais puros e intrínsecos.

4.2.17

Nem tudo o que a gente quer é o que nos faz bem

Eu sou uma pessoa extremamente nostálgica. Vejo uma foto, uma frase, uma música que logo me remete ao passado - nem sempre lugar que quero estar. Sinto cheiro, texturas, sentimentos Me senti assim ainda agora, quando me memórias de uma época que, por muito tempo, pensei sentir saudades me tomou os pensamentos. Hoje eu entendo que tudo o que vivi naquele momento me fez mais mal que bem.