18.10.12

Apenas mais um texto sobre amor

Senti vontade de escrever sobre o amor, mas sobre ele, eu não sei o quê, especificamente. Vez por outra, quando estou olhando pro nada, crio definições, com a ajuda das minhas memórias do que seria tal sentimento. Não vou expressar aqui porque, seja lá o que venha a minha cabeça, o amor é um sentimento que tem definição única para cada um. É particular demais. Eu iria restringi-lo se tentasse definir, em palavras, a partir das minhas convivências. Mas posso dizer que, no meu pouco conhecimento sobre esse domínio, não acho justo a possessão que nós atrelamos (sim, também me incluo) ao amor.

Difícil entender que nada é "nosso" no que se trata de pessoas e sentimentos, esses que estão em mudança contínua. Essa história de "se for seu, volta" não é verdade. O amor não é seu, ele não te pertence, você apenas o cuidou, o abrigou. Além do mais, o amor não é algo que vemos em uma loja, gostamos, compramos e levamos para casa. 

Não é algo que aparece de repente na sua vida como um presente divino, mas é construído, trabalho e precisa ser mantido. Ele não perdura por si só. Precisa de dedicação, cuidados, porque senão ele desgasta, morre, apodrece. Acho que se a gente entendesse isso mais rápido, sofreríamos menos. Mas, como saber? Do mais maduro ao mais infantil dos casais, todos sofrem. Como já disse Clarissa Corrêa, o amor não é fácil e, quem acha que é, provavelmente nunca sofreu por ele.
        
Esse é um dos maiores equívocos que acontecem, na minha opinião, nesse tal de amor moderno. As pessoas se acomodam depois que conquistam seu/sua parceiro(a), acham que vale tudo, ou melhor, que nada mais vale a pena. Cadê todo aquele romantismo da conquista? Não vale ligar mais às 0h, só pra desejar boa noite ou mandar aquela mensagem de bom dia. Pequenos detalhes, mas aqueles que fazem toda a diferença, sabe? 

Não estou falando de mover céus e terras diariamente, mas de detalhes corriqueiros mesmo, que fazem feliz. Gente, não! Amor é uma coisa (coisa? Acho que não tenho palavra melhor, é uma coisa mesmo. Como definir?) que tem que ser conquistada, cuidada, tratada, acolhida todos os dias. Finja que está reconquistando seu/sua parceiro(a) todos os dias, se faça esse desafio. Aposto que assim, o amor jamais de despedirá do seu carinho. 
        
Quando o amor acaba, primeiro vem a tristeza aparente, depois de um tempo, a inconformação. E Não querida, não importa o quanto você lute contra isso, você ainda gosta dele e vai gostar por um tempo. Sim, você vai sofrer e vai se perguntar enloquecedoramente o porquê do fim, quando você acha que esse amor ainda tinha tanto para viver e ser compartilhado. Infelizmente, não posso te dar essas respostas porque eu não as tenho. E se alguém por aí as tivessem, daria um jeito de patentear e vendê-las, porque renderiam bastante dinheiro. Mas nem os maiores dos poetas, pensadores ou filósofos conseguiram desvendar esse mistério infindável do amor, sentimento mais confuso e intenso que existe.
        
Porém, depois de toda a devastação causada por uma desilusão amorosa, a gente conhece outro tipo de amor: o próprio. Esse é dos tipos mais bonitos! A gente se sente bonita, se arruma, se ama por dentro. Quer amor mais recíproco que este? Aos poucos, vamos nos curando nossas feridas e deixando-o entrar em nossas vidas de boa vontade. 

Quando a gente se dá conta, o nosso amor próprio nos prega a peça de querer alguém pra chamar de seu. Aí a gente só acredita. Torce, se entrega, quebra a cara novamente ou não. Mas não desiste. Não dá pra desistir, não importa o quanto seja confuso, o quanto faça sofrer, o quanto deixe dúvidas: o amor nos mostra que ele vale e sempre vai valer a pena. 

32 comentários:

  1. Não adianta nada uma pessoa amar a outra e não ter amor próprio, né? Afinal, se ela mesma não se amar, quem irá?


    Beijos, http://desconstruindo-amelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Ah sentimento complicado é esse... mas é bom demais!
    Parabéns pelo texto!
    Boa quinta-feira Flor!
    Fica com Deus!
    Beijo!

    http://nannacunha.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Amaaanda ficou muito bom sim seu texto.
    Você disse tudo *-*
    Bem, o amor não é uma coisa mas sim um sentimento. Eu concordo com tudo que você disse. Mas antes de amar qualquer pessoa devemos amar nós próprio.

    beijos :*

    http://aquelahistoriana.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Texto muito bom. Também adoro escrever sobre o amor, é tão bom escrever sobre isso.

    Amei o seu blog e já estou seguindo flor.

    Quer participar de um sorteio, que tem direito a duas ganhadoras? Então vem no meu blog: http://drerodrigues.blogspot.com.br/2012/10/sorteio-de-parceria-todo-mel-da-flor-e.html

    ResponderExcluir
  5. Mandinha querida! Desculpa o meu sumiço! Dessa vez não tenho nenhuma desculpa, o que eu posso dizer mesmo é que estava com preguiça :S Mais sabe aquela preguiça de fazer tudo? Preguiça ate de respirar sabe? Pois então, é uma preguiça parecida com ela...

    Olha, eu só tenho 17 anos mas me considero experiente nesse quesito "amor e relacionamentos". Eu sempre sou de época sabe? Tem épocas que estou "piriguete" outras estou anti-social...E nessa época em que eu vivo saindo e entrando de um relacionamento eu sofro muito mais, sabe pq? Não sofro pelo fato de ser engana, traída ou algo assim, sofro porque eu minto para mim mesmo. Minto dizendo que no próximo vou ser melhor, vou amar de verdade, não vou ser enganada... Mas nunca é assim. Sempre tem uma coisa que me impede de ser o melhor, de confiar, de amar e ser amada... Acho que é a falta de amor que sinto em mim mesma sabe? Não consigo amar ninguém por completo pq não me amo! Se nem eu me amo, como alguém vai me amar? NÃO TEM COMO! Por isso, agora decidi que vou em busca desse amor, quero me amar, quero me sentir feliz com isso mesmo. Não ligo de ficar sozinha e carente, vou sofrer um pouco mais sei que no final vou ter uma recompensa... E uma recompensa bem maior do que se eu fosse atras desse amor "moderno" como você disse no post...

    Ok! Desculpe o desabafo, mas é que seus textos sempre me despertam uma sentimento que eu tenho que por pra fora :B

    Vou ver se esse final de semana te encontro online no face ou no twitter pra gente conversar melhor ta? *o* bjbj

    http://rascunhosdasuuka.com

    ResponderExcluir
  6. Eu concordo com você, o maior erro é achar que depois que o amor foi conquistado não precisa mais de atenção e vem aquele estado de conformismo total. Me irrito com pessoas que são assim. Adorei o seu texto!

    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
  7. Emocionei, é bem dificil entente esse sentimento *--*'
    Beijos Doces...
    http://blogstayy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Texto lindo acho que o amor é bem complexo e as vezes alguns não sabem aprender a mar e outros fingem
    beijos

    ResponderExcluir
  9. Não ficou muito bom? Eu amei esse texto. Você disse TUDO! O amor é jardim, é lindo, porém sempre aparece ervas daninhas e por isso a gente deve estar sempre cuidando e regando. Vou copiar e postar no meu blog um dia desses, com seus créditos. Gostei muito!
    Beijo

    oucacoloridovejaalto.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Menina, se você acha que não ficou bom, imagina se achasse que ficou! Ficou completamente perfeito. Nunca tinha pensado que, na verdade, cada um tem sua definição para a palavra amor- mas é assim mesmo: cada um cria uma teoria, digamos assim, para tudo aquilo que sentiu ou sonhou sentir. Amei o texto, de verdade♥ Você escreve muito bem!
    Beijos beijos,
    http://menina-do-sol.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Eu gostei do texto sim! Porque você não gostou? ._. Amei principalmente o final!!
    Beijinhos ;)

    Ann
    http://www.vinteepoucos.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Amar e uma coisa muito complicada, e o pior de tudo e amar e nao ser corespondido =(

    Bjs, bjs ;*
    jaguarsedictions.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Esse é um tema que eu adoro abordar lá no blog porque, procuro fazer posts para que as meninas se sintam seguras consigo mesmas, sabe? Eu tento passar pra elas que elas podem se sentir felizes mesmo sozinhas e que não precisam de um homem pra saber que estão completas. Acho que amor próprio é tudo, e no texto você fala que ele aparece depois da desilusão amorosa. Na minha opinião ele deve existir antes, porque só amando a si mesma é que uma garota está preparada para amar outra pessoa, mesmo sendo diferentes tipos de amor.

    Beijos
    http://delicadaeegoista.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Está acontecendo um super sorteio lá no blog.

    Beijos, tenha um lindo dia.

    http://luzia-medeiros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Amar é complicado, mas é bom, muuuito bom! Adorei o texto! Aliás, como sempre né? beeijos,

    Marina Alessandra do blog Pelos Dezoito
    @mariinaale

    ResponderExcluir
  16. Hey *-*
    Gostei de você não tentar definir amor, amor tem mesmo um significado para cada um.
    Com certeza o que vale a tentativa, mas esse texto ficou muito bom viu.

    Beijos,
    Pepper Lipstick

    ResponderExcluir
  17. Adorei, falar sobre amor é sempre muito bom e ler tbm!!!
    Bjs...

    http://www.perfumesdapam.com/

    ResponderExcluir
  18. E depois da inconformação, vem o amadurecimento pra gente entender que aquilo não era pra ser, pq no fundo, n era bom para nós =)

    tem post novo no meu blog... vale a pena conferir, hein? Te espero lá!

    Bjos e boa sexta!

    http://sugar-dance.org

    ResponderExcluir
  19. Como assim não ficou bom? Fiquei vendo aqui impressionada, super me identificando, pra no fim vc falar "não ficou bom" WHAT? Ficou bom sim!!! hunf u_u rsrs

    ResponderExcluir
  20. Ficou otimo! Super legal :)
    Bjuuu da @KeepSmilingKill

    Gostinho Por Suicidio ||Blog no Perfil||

    ResponderExcluir
  21. Como assim não ficou bom?! Ficou ótimo né! Falar de amor, pra mim, é tão complicado, complexo e estranho que às vezes eu nem quero, mas você escreveu um texto que na maioria das linhas traz os mesmos pensamentos que eu tenho sobre ele >< Gostei e muito ♥

    Beijos
    Meu outro lado

    ResponderExcluir
  22. Texto ficou ótimo, quem me dera consegui escrever tão bem assim, adorei.

    xoxo
    http://www.chovendoalgodaodoce.com

    ResponderExcluir
  23. Adorei esse trecho: "Difícil entender que nada é "nosso" no que se trata de pessoas e sentimentos, esses que estão em mudança contínua".

    Beijos
    macaaverdee.blogspot.com

    ResponderExcluir
  24. oiiii.
    estava passeando na blogosfera e achei seu blog; adorei!
    o tema e as postagens são diferentássos!!!
    ah, vc pode votar em mim num concurso que estou participando? aqui:
    http://www.topblog.com.br/2012/index.php?pg=busca&c_b=33137813
    mt obg viu? sua ajuda é demais!!! X3

    ResponderExcluir
  25. O amor é um sentimento muito complexo mesmo. É muito triste quando um homem ou uma mulher deixam de dar atenção ao seu parceiro só porque já o conquistou. Acho que esse é um dos motivos mais comuns de separação. O texto serviu como uma luva pra mim, porque ainda estou naquela fase de ficar me perguntando porque não deu certo. Estou tentando descobrir meu amor próprio. Não é fácil, mas temos que conseguir. Antes de amar alguém, precisamos nos amar primeiro. Apesar de isso ser um pouco óbvio, só descobrimos que é verdade quando acontece conosco.

    Ótimo texto.
    Pitorescamente

    ResponderExcluir
  26. Aww adorei o texto."O amor não é seu, ele não te pertence, você apenas o cuidou, o abrigou." Ameii essa parte,vc escreve muitoo bem!!
    http://realityofgirl.blogspot.com.br
    Beijos!! :)

    ResponderExcluir
  27. O post tá repleto de trechos lindos, como : "Difícil entender que nada é "nosso" no que se trata de pessoas e sentimentos, esses que estão em mudança contínua."; "depois de toda a devastação causada por uma desilusão amorosa, a gente conhece outro tipo de amor: o próprio. Esse é dos tipos mais bonitos! A gente se sente bonita, se arruma, se ama por dentro. Quer amor mais recíproco que este? Aos poucos, vamos nos curando nossas feridas e deixando-o entrar em nossas vidas de boa vontade."

    Gostei muito, me identifiquei de verdade!
    TRASH ROCK

    ResponderExcluir
  28. Um sentimento muito das vezes confuso hehe'...

    rockdeverdadeeatitude.blogspot.com/ bj

    ResponderExcluir
  29. Que Verdade, confuso e bonito, e como você disse a gente se sente bonita e se arruma só pra isso na maioria das vezes ^^
    Naflordaiidade(.blogspot.com)é sem o parenteses ;*

    ResponderExcluir
  30. Quê? como assim não ficou perfeito?! U_U eu adorei! finalmente achei alguém que pensa feito eu. Penso dessa maneira sobre o amor. é como uma planta que deve ser regada e cuidada todos dias. Você tem muito talento para escrever, se expressa bem. Passei por uma experiência não muito boa com relação ao tal do amor, mas a culpa não é dele, e sim das pessoas que não sabem mais amar. =/

    ResponderExcluir
  31. Ultimamente eu ando sentindo amores, paixões. Não sei definir. É difícil saber se a minha cabeça é complicada demais ou se não é o sentimento, rs.

    *Vitamina de Pimenta*

    ResponderExcluir