1.8.12

Conto sem título, mas com muito sentimento

Oi gente, tudo bem com vocês? Mudando aqui um pouco, resolvi escrever esse conto. Um pouco diferente do que eu costumo escrever, né? Então eu gostaria de saber o que acharam e se vocês gostariam que esse conto tivesse continuação. Não esqueçam de deixar a opinião de vocês nos comentários! 
Enquanto comia uma sobremesa depois do almoço, seu pensamento se despeçava ao lembrar daquele menino misterioso, o qual ela nem sabia o nome, mas já havia imaginado qual seria o nome dos filhos que teria com ele. Ela sabia que não estava apaixonada por ele, mas ele a encantou de uma maneira que ela queria descobrir quem ele era, se os dois combinariam.

Sentada na mesa do computador, os dedos tamborilavam a superfície, sua testa franzida era culpa da dúvida que permeava seus pensamentos, nos últimos dias.

Dois meses trabalhando no mesmo ambiente de trabalho e os dois trocaram poucas palavras. Apesar de ter muita vontade de se aproximar, a timidez não permitia. Chegar perto? Ele poderia achá-la vulgar ou até mesmo, poderia ter namorada. Falando em namorada, sim, ele sempre andava com uma garota que também trabalhava no mesmo local, mas ela nunca havia visto nenhum sinal de que houve algum tipo de relacionamento mais sério entre os nós. "Talvez ela goste dele, mas ele pode não sentir o mesmo", ela torcia em silêncio.

Ela a achava tão sortuda, porque, ainda que não fossem namorados, ela o conhecia! Ele não era um mistério para ela. Talvez, ela só se sentisse atraída pelo fato de não conhecê-lo e imaginar que ele fosse quem ela imaginava quem ele era e não quem de fato ele é. Conhecendo-o, esse encantamento que o faz lembrar dele algumas muitas vezes ao dia não existisse mais. Ela torcia por isso.

Entre uma colherada e outra em seu mousse de maracujá, olhava a televisão ligada para se distrair, mas seu pensamento acabava se voltando para o menino que ela, secretamente, tanto queria. Lembrou-se da primeira troca de palavra entre os dois:

- Você se chama Flor, né? Flor, me pediram para avisar que a Lúcia está te chamando, lá no departamento pessoal.
- Ah, obrigada. Estou indo lá. Mas... onde fica o departamento pessoal mesmo? Sou nova aqui e não me acostumei com a localização das salas. São muitas!

Ele sorriu. Ela pensou está fazendo papel de boba, pelo sorriso estampado que ele podia ver em seu rosto.

- Claro, é por ali. - Acompanhou-a até a porta.
- Obrigada! Tentarei decorar as portas para não me perder mais - Sorriu, pensando "o quê? Eu devo estar louca de ter falado uma besteira dessas".

Ele mostrou os dentes gentilmente e seguiu o seu caminho de volta à sala. Ela nem ao menos perguntou o seu nome. Ficou tão atordoada com a conversa inesperada que nem lembrou de perguntar essa simples questão.

Olhando para o nada pela janela, ela ria das lembranças. A televisão estava alta e às vezes a distraia do seu pensamento. Não sabia até quando ficaria ignorando ele ou até quando as conversas diárias se resumiriam a "bom dia", quando o via. Ele nem sabia que existia, ela não se achava especial ou bonita para que ele a notasse, sua amiga-talvez-namorada era bem mais bonita.

Dia seguinte, chegando pontualmente às 8h30 no trabalho, encontrou-o no portão do prédio, talvez esperando a amiga para seguir para a sua sala. Seja lá o que estivesse fazendo ali, fitou-a. Se fitaram mutualmente e demoradamente. Ela podia sentir as borboletas no estômago, as pupilas dilatando. Ela seguiu seu destino. Não importava se ele sentia as mesmas emoções que ela, agora, ela sabia que ele sabia que ela existia. Ela sentiu o queimor disso na pele. E todo aquele mistério a encantou ainda mais.

25 comentários:

  1. Ai meu deus... como assim se queremos continuação... claro que queremos!!!!! O que aconteceu?? O casal foi pra frente?? Ele tinha realmente namorada... assim é maldade!!
    Gostei do trecho! Está muito bem escrito e fácil de ler! Parabéns!

    Tem um selinho pra você no meu blog:
    http://hipercriativa.blogspot.com.br/2012/08/selinho-meu-mais-novo-adoravel-vicio.html
    Espero que goste!!
    Beijussss;

    ResponderExcluir
  2. ai que perfeito,amei.
    claro que eu quero continuação ;)
    beijos
    http://lolamantovani.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Awww, isso me lembra quando vi um garoto misteriosamente LINDO no portão da minha escola antiga... como ele poderia ficar tão LINDO? E... wow, hoje, ele é meu namorado, e eu amo ele loucamente e demais *-*

    NEBULIZADOR?
    LOL

    Bjonas e fique com Deus ♥

    Camilla Martins - http://sugar-dance.org

    ResponderExcluir
  4. Que lindo, o texto ficou perfeito.
    Fique muito curiosa para saber se rolou ou não alguma coisa entre eles ou melhor se vai rola rsrsr!
    Beijos Doces...
    http://blogstayy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. A como assim.. queremos saber o que rolou se vai rolar.,
    Estou muito curiosa. O mistério sempre é encantador!!

    ResponderExcluir
  6. Quero muito a continuação ><
    Que perfeeito e to ansiosa!!
    beijo

    Pelos Dezoito
    @maaryale

    ResponderExcluir
  7. Ai Deus que coisa linda *-* e logico que quero continuação (:

    http://portrasdorimel.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. KKKKKKKKK', desculpo sim meu anjo sz

    :* Beijos e fique à vontade para visitar o AD ((:
    http://mini-fofoquinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Que conto mais fofo *--*
    Uma situação tão comum ganhou novos ares com as suas palavras doces.
    É claaaro que queremos a continuação. Para ontem, se possível! haha

    Beijo,
    http://pitadadecultura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. O Hipérboles anda me vigiando né?kkk tem tudo a ver comigo os textos daqui adorei e adorei o conto e quando continua?ai será que eles ficarão juntos fala que sim.http://senhoritajosiane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. AAAAAH claro que eu quero continuação quem não vai querer, você escreve tão bem (acho que já disse isso, será? rs') Adorei quando vai vir a segunda parte???
    Na Flor da Idade | Tudo Sobre Photoscape

    ResponderExcluir
  13. Que lindo texto ! quero a continuação USIHSUISHA vc tem muito futuro como escritora, parabéns!

    Obrigada pela visita no pdc
    opedecoelho.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Eba! Um conto aqui no Hipérboles? Adorei a ideia! Continua sim, flor. E o primeiro post ficou ótimo! Eu adoro histórias com homens misteriosos...

    ResponderExcluir
  15. Que conto perfeito, *-* quero muito a continuação.. hihi
    Poderia escrever um web, pois você escreve super bem. Parabéns!

    Beijos; @Raah_Castroo
    www.vidaadegarotaa-vdg.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Super lindo *-* E o que eu mais gostei foi que nós não sabemos o que aconteceu. Se eles começaram a se falar direito, ou só foi um olhar do momento :)
    Você poderia fazer outros contos sobre essa personagem, né, Amanda? Porque eu curti bastante esse daqui! haha
    Xiricutico.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Caramba, esse conto é lindo e sim... cheio de sentimento mesmo. Me lembrou de quando conheci meu namorado, eu não conseguia me concentrar em absolutamente em nada e quando descobri que ele sentia o mesmo, nossa. É foda. AUSHUAUHSUHAUH

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
  18. Oi!
    Esse conto é muito lindo e fofo! *-* Ain, sou romântico demais e adoro essas histórias fofas assim. Adorei mesmo e espero que você escreva mais, pois eu quero ler todas! rsrs
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  19. Que lindo*-* Isso acontece muitas vezes com muitas pessoas- se sentirem um tanto 'atraídos' por alguém que só conhecem de vista...
    Muito legal, mesmo. E é claro que eu quero que tenha continuação, hahá.
    Beijos,
    http://menina-do-sol.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Muito liindo esse conto, mais não sou muito romântica rs
    Beijos .

    http://www.blogdapauliinha.com/

    ResponderExcluir
  21. Hey, claro que quero continuação, se bem que o mistério dos dois se acertarem ou não, se conhecerem melhor ou não é bem legal *O* Mas amei sua narrativa <3 Amo paixões platônicas que em algum momento passa a ser real, sempre me vejo nessas estórias na verdade. hihi' Nessa sua personagem, eu me vi muito *_*

    Beijos
    Meu outro lado

    ResponderExcluir
  22. Continue vai, adoreeei. É legal quando termina assim porque dá um ar de quero mais e noooos 'o'
    Ficou realmente bom, mesmo. Parabéns linda


    http://vitaminadepimenta.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  23. Passei pra te desejar uma ótima semana ;D bjs!!

    http://help-adolecentro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  24. oie,o seu blog é super DIFERENTE;criativo e contagiante!!EU A-D-O-R-E-I ELE ,SE QUISER DÁ UMA PASSADINHA LÁ NO MEu,e fale oq achou dele?/purplefazhion.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Perfeito ..,lindo como todos os textos

    Sou fã numero 1

    :) :)

    ResponderExcluir