23.7.12

Eu só sei que amo

Bom dia, gente! Como hoje acordei muito inspirada e romântica, escrevi esse texto quentinho e cheio de amor para vocês. Queria dizer que, se vocês tiverem algum tema que vocês gostariam de ver por aqui, é só relatar nos comentários. Beijo especial para a minha inspiração diária que tem nome, sobrenome, endereço e o sorriso mais lindo do mundo!

Agora sim entendo o porquê de eu achar os textos sobre amor tão parecidos e clichês. Cada um tenta descrever à sua maneira, mas todos acabam relatando os mesmos sentimentos, emoções e sequelas. Na intensidade desse sentimento, todos terminam pecando pelo parecido. Até mesmo quando são textos tristes, de término ou desilusão. Também acontece comigo. Por mais que eu tente ser única ao escrever um texto romântico, me perco por cair na mesmice das palavras repetidas.

Talvez, amar seja como comer um chocolate. É delicioso, a gente saboreia o máximo que pode, até que chega a última mordida. Daí, temos duas opções: quando o chocolate acabar, podemos ficar triste pelo fim do mesmo ou continuar felizes pelo gosto permanecer em nossa boca ou a felicidade proporcionada por ele criar uma lembrança digna de ser lembrada com afinco. Ou talvez se assemelhe mais a descer de uma montanha russa, que a gente tem medo na subida, mas chegando ao ponto mais alto, a adrenalina se apossa do nosso corpo, fazendo a descida ser inesquecível. Ou ainda eu deva mesmo me ater aos clichês, afinal, são o que mais perto que alguém conseguiu que as palavras chegasse para descrever um sentimento indescritível.

Talvez ainda, amar seja uma coisa tão exclusiva que não se pareça com nenhuma outra ação, mas nós insistimos em querer despedaçá-la, para poder explorá-la, explicá-la e exemplificá-la, por essa mania do ser humano de querer entender tudo, de pôr razão em tudo. No amor, a gente só tem que entender que ama e se entregar a isso. Quanto a gente tenta explicar demais, acaba entrando em caminho sem volta, arrumando perguntas que não têm respostas. Não existe razões para amar. Amamos porque amamos, simplesmente. Será que haveria algum motivo melhor para amar, senão o amor por si, puro?

Enfim, o amor não foi feito para ser explicado, definitivamente, e por ter essa conotação tão abstrata e incerta, tantos fogem das suas garras. Sentir é só uma questão de abertura, de se deixar levar. Amor não é peso, nem medo, amor é aquele sorriso que a gente dá quando lembra do nome dele(a). E não é preciso muito, como lembrar do rosto ou alguma cena, só o nome já arranca um sorriso largo e estridente. Confesso que estou sendo clichê, mas é a mais pura verdade.

Entre frios na barriga, medo, adrenalina, choros, lembranças, felicidades e outros sentimentos, encontra-se a imensidão do amor. E pelas palavras serem tão limitadas ao descrevê-lo, até os grandes poetas repetem-se ao buscarem significações. O amor é igual para todo mundo, afinal. E aos mesmo tempo, de veras distinto. Explicar o torna mais ainda difícil de entender. Porém, quando me pergunto secretamente o que é o amor para mim - o que eu não contaria para ninguém, imaginando que talvez a minha resposta fosse meio louca - chego apenas a uma conclusão que, por mais que contrarie todo a minha linha de raciocínio traçada nessa dissertação, é a definição que me traz a certeza: um nome.

31 comentários:

  1. me apaixonei pelo texto, é tao bom acordar assim né?

    Grande beijo!
    umanoitemparis.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Sabe que eu pensava a mesma coisa? Achava amor um clichê danado, havia me apaixonado diversas vezes mas, quando minha vida começou para viver o amor, dei-me conta de que esse clichê existe sim e vale à pena! O que nos cabe é fazer da nossa história de amor um roteiro cada vez mais original. Beijão!

    ResponderExcluir
  3. mUIITO FOFO *UU*
    ---<http://smileretro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. ain, eu continuo achando que o amor é clichê.. a adolescência não é feita pra ficar se lamentando por amor, mas pra se divertir ... ser ALEGRE (:
    xoxo :*
    http://mini-fofoquinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. que bonitinho e verdade amar e como comer chocolate e bom de mais...mais também e ruim quando acaba.http://mesintodiva.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Muito lindo seu texto, você escreve muito bem.. muito emocionante ontem tbm tava bem romantica s2

    Beijos.Gabi.

    opedecoelho.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Nossa quanta inspiração, belo post!
    Boa semana!
    Fica com Deus!
    Beijo

    http://nannacunha.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. adorei seu blog.. é lindo ;) Primeira vez de muitas que estarei visitando ;)

    www.ejhonas.com {Seguindo seu blog para a próxima meta. Se puder seguir o meu o link tá do lado *-*}

    ResponderExcluir
  9. que belo texto! falar de amor é dificil,né?
    bjs
    http://blogtrashrock.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Nossa que texto perfeito! Uau! Você conseguiu descrever um sentimento de um jeito tão leve, tão seu! Sabe aquele momento q voc n tá apaixonada mas sente aquilo e pensa em tudo q já passou "amando"? Foi assim q me senti *-*

    ResponderExcluir
  11. Oie!

    Acho que os textos parecem cair na mesmice porque falam de um mesmo sentimento e isso, independente com quem aconteça, vai ser bem parecido, só com uma intensidade diferente. Talvez tenha uma coisa ali e aqui que se diferencie, já que algumas pessoas têm um ponto de vista bem peculiar.

    Gostei muito das metáforas que você usou para descrever o amor. Muito fofas e gostosas de ler! Adorei!

    Bjins

    www.dicasoutravessuras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. texto perfeito, ameei <33

    http://alittlemorethangloss.blogspot.com.br/

    bjs !!

    ResponderExcluir
  13. Amar é tão clichê... Mas tão bom ao mesmo tempo!

    Muito lindo!
    Beijos*:

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Eu amo amar e odeio também. Geralmente, sempre quando ama algo ou pessoa, qualquer um acaba sofrendo.
    Quer queira, quer não.
    Gostei do texto.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  15. Amor sentimento tão puro e ao mesmo tempo doloroso. Mas se todos tivessem ele vivo dentro do peito, o mundo seria melhor, mais feliz e paciente :D
    Beijos

    lolaporlola.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Nossa ♥ lindo demais esse texto, me fez pensar em algumas coisas, você escreve muito bem viu :D
    OBS: Acabei de postar o seu texto no blog, obrigada por enviar ^^
    bjinhos
    Conversando com a lua

    ResponderExcluir
  17. Ás vezes o nosso amor anda serelepe por aí. E é por isso que, por instantes e de uma forma eclética e incompreensível, ele vai mudando cada vez mais. Não sei como o amor pode ser descrito e ser de tantas formas diferentes. Porque não, ele nunca volta a ser o mesmo.

    Beijos!
    Pós Florescer.

    ResponderExcluir
  18. Ah, e sobre o domínio: não sei se tu tá colocando o cartão -exemplo- Visa e selecionou que é American Express. Ás vezes isso acontece. Revê isso aí. Não dá pra pagar em boleto? Tenta! :)

    ResponderExcluir
  19. ah, que lindinho. eu ando assim ultimamente kkkk

    http://vitaminadepimenta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Eu acho que amor pra mim é mais como um delicioso chocolate... ótimo texto!
    Bjks
    Vivi
    www.israelcompras.com

    ResponderExcluir
  21. Amanda, com toda certeza esse é o seu MELHOR texto.. superou todos os outros e eu vou até mostrar ele no meu twitter, rs.
    é, o amor é tão inexplicável que se torna clichê.. enfim, vou falar mais não por que esse texto aí roubou todas as minhas palavras! haha
    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Boa tarde Amigas! Estou divulgando a inscrição para a coluna "Como se fosse a Primeira vez" do blog Divã da Tia eni, é um espaço destinado a publicação de textos de blogueiras e autoras iniciantes, quer ter um texto seu na página da Tia eni? Acessa o link e inscreva-se!

    https://docs.google.com/spreadsheet/embeddedform?formkey=dDRjamhMdHBVNGNXZEY4aF9pdlpsUmc6MQ

    Você ainda não conhece o Divã da Tia eni? Em que mundo você vive? \o/
    Acesse já e Vá Além!
    http://divadatiaeni.webnode.com/

    ResponderExcluir
  23. Concordo com você, sempre que tentamos explicar demais, ficamos dando voltas sem fim e não chegamos a lugar nenhum. Talvez porque seja um sentimento simples, sublime e supremo, algo inexplicável! :)

    Beijos e um ótimo dia
    http://www.brilhodealuguel.com

    ResponderExcluir
  24. Nunca parei pra pensar, mais é mesmo, todos acabam falando os mesmos sentimentos, amos seus textos *u*
    Na Flor da Idade | Tudo Sobre Photoscape

    ResponderExcluir
  25. Cara, que texto perfeito. Lindo , lindo!
    beijos

    Pelos Dezoito
    @maaryale

    ResponderExcluir
  26. Nem Camões conseguiu explicar exatamente o que é o amor, nem Shakespeare, que dirá nós, meros mortais. rs Mas seu texto é um lindo exemplo de inspiração de quem se ama, a conclusão final foi linda, o amor pra você se resume a um simples nome ♥

    Beijos
    Meu outro lado

    ResponderExcluir
  27. Adorei seu textinho, achei muito lindo! Amar é bom, mas é tão complicado de entender.

    Beijos; @Raah_Castroo
    www.vidaadegarotaa-vdg.blogspot.com

    ResponderExcluir
  28. Gostei muito da analogia com o chocolate. Apesar de ser sempre clichê, textos sobre amor também sempre trazem algo de novo, porque o próprio amor é infinito e pode ser descoberto e redescoberto aos poucos a cada dia.
    Gostei daqui. Visita-me? ;*

    ResponderExcluir
  29. Não preciso falar que o texto está perfeito, não é?
    E realmente, às vezes tentamos descrever o amor e acabamos chegando nas mesmas palavras! É tão difícil que tudo que nós sobra são aqueles mesmos clichês.
    Mas acho que o amor mesmo é indescritível. Como o título diz "só sei que amo" :3
    E um último comentariozinho: POR FAVOR, QUERO TER ESSE SEU TALENTO PARA ESCREVER! Só sei que amo seus textos. Isso sim :P
    Xiricutico.blogspot.com

    ResponderExcluir